Amadeu Neto

Amadeu Neto

Humberto Barreto

Humberto Barreto

Iradilson Bispo

Iradilson Bispo

Jose Rosa

Jose Rosa

Lidhiane Lima

Lidhiane Lima

Lindolfo Amaral

Lindolfo Amaral

Manoel Cerqueira

Manoel Cerqueira

Priscila Capricce

Priscila Capricce

Rogers Nascimento

Rogers Nascimento

Rose Moura

Rose Moura

Sandy Soares

Sandy Soares

Talita Calixto

Talita Calixto

Nós

   O Grupo Imbuaça, nome que homenageia o embolador e artista popular, Mane Imbuaça, foi fundado em 28 de agosto de 1977, depois da oficina de Teatro de rua, ministrada por Benvindo Siqueira com base na experiência do "Teatro Livre da Bahia". Ao longo destes mais de quarenta anos em atividade, persistimos na pesquisa teatral fundamentada na literatura de Cordel e outros elementos da cultura popular: base da nossa identidade. Montamos 32 espetáculos. Participamos de diversas Mostras, Festivais e eventos em todos os estados brasileiros e em países como Portugal, Equador, México e Cuba.
 

Nosso Espaço

    Reconhecido como instituição de utilidade pública, o Grupo Imbuaça mantém uma sede onde ministramos oficinas de teatro, fazemos ensaios, promovemos encontros, apresentamos espetáculos e oferecemos uma base para ações sociais envolvendo a comunidade em torno. Atualmente mantemos um repertório com três espetáculos: ''A peleja de Leandro na trilha do cordel''(2015), ''Jeová... ''(2016), ''Mar de fitas Nau de ilusão" (2017) e estamos em fase final do processo de remontagem de ‘’A Farsa dos Opostos’’ para  estreia em março de 2021.

    Desde de 1991 o Grupo Imbuaça ocupa o espaço 04, hoje 75, da Rua Muribeca, antigo Bairro Santo Antônio e hoje Bairro Industrial. Este terreno abrigava um pequeno imóvel de única sala onde funcionou uma antiga escola do município aracajuano, cujo nome homenageava o professor catedrático do Colégio Atheneu Sergipense Abdias Bezerra, desativada desde a a década oitenta.

   A partir de 1993, começamos a desenvolver no espaço ações educativas como oficinas de arte, exposições, seminários etc. Depois de conseguirmos um contrato de comodato junto à Prefeitura, fomos fazendo pequenas melhorias até que em 1998, com recursos próprios, contratamos os serviços de uma arquiteto e iniciamos uma grande reforma que se estendeu ate anos depois. Restauramos e conservamos toda estrutura da sala original adequando-a para sala de oficinas, edificamos todo o terreno do entorno com áreas de convivência, sala de ensaios e apresentações,  banheiros, cantina, arquivo, depósito e secretaria. Além do gradeamento do terreno frontal.

Nossa sala para apresentações esta estruturada com som, luz, tapadeiras, bandolinas, praticáveis,  cortinas, camarim e uma arquibancada com capacidade para  cem pessoas

Rogers Nascimento